Estadão
Estadão

Motivos para o impeachment não são só pedaladas, que já seriam suficientes, diz Zezé Perrella

Senador foi mais um a criticar a situação econômica do País

Rachel Gamarski, Valmar Hupsel Filho, Luciana Nunes Leal e Bernardo Caram, BRASÍLIA

11 de maio de 2016 | 15h09

BRASÍLIA - O senador Zeze Perrella (PTB-MG) foi mais um senador a se posicionar a favor da admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff. “Só as pedaladas fiscais já seriam motivo, mas o povo está na rua contra a roubalheira”, disse em sua fala.

Ele foi mais um a criticar a situação econômica do País. “O governo baixou a conta de luz para enganar o povo e acabou com os empregos, agora está acabando com as empresas”, afirmou.

Em mais uma crítica ao PT, o senador falou numa militância paga pelo partido e um aparelhamento do governo para “roubar o País”.

Perrella é o sétimo senador a discursar na tribuna. Até o momento, nenhum senador se posicionou contra o processo de impeachment da presidente. Mais cedo, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirmou que a intenção do governo hoje é ter mais de 20 votos contra o impeachment.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.