Morte de deputado suspende votações de hoje na Câmara

A morte do deputado Moisés Lipnik (PDT-RR), no início da madrugada, de parada cardíaca, suspendeu as votações de hoje na Câmara. A sessão será aberta pelo presidente da Casa, João Paulo Cunha, e em seguida será suspensa. Esse procedimento garante a contagem de prazo para a tramitação das reformas na Câmara. O prazo de 10 sessões para a apresentação de emendas à proposta de reforma da Previdência, deve terminar na sexta-feira da próxima semana, dia 27. Para isso o governo terá de garantir quórum na sessão da próxima sexta-feira, quando poucos deputados estarão em Brasília por causa do feriado de Corpus Christi, na quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.