Morte de Covas adia reunião sobre FGTS

A reunião do ministro do Trabalho, Francisco Dornelles, e os representantes das três maiores centrais sindicais do País (Força Sindical, CUT e CGT) sobre o pagamento da correção do FGTS, foi adiada para o próximo dia 13 de março, em função do falecimento do governador de São Paulo, Mário Covas. A reunião, onde será apresentada a proposta unificada das centrais sobre o pagamento do FGTS, aconteceria nesta quarta-feira em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.