Morre paciente visitado por Maluf em CTI de hospital

José Matias da Silva, paciente do Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital e Maternidade Voluntários, na Zona Norte, morreu hoje, aos 46 anos. Acompanhado de uma comitiva de pelo menos 22 pessoas, o candidato do PP à Prefeitura, Paulo Maluf, esteve ontem de manhã no CTI, sem seguir nenhum tipo de precaução exigida para a entrada nesse tipo de ambiente, que abriga pacientes em risco de vida. Ao ver Maluf no CTI, Matias chamou o candidato. ?Mate os bandidos?, pediu. ?A Rota vai para a rua?, respondeu Maluf, dando-lhe a mão. ?Você vai ficar bom.? José Matias da Silva estava internado no Hospital Voluntários desde o dia 12. Ele foi vítima de uma tentativa de assalto e levou um tiro na barriga. O fígado foi o principal órgão atingido. O Conselho Regional de Medicina abriu expediente para investigar se os diretores do hospital feriram a ética médica ao permitir a entrada da comitiva. ?Estamos muito chateados com isso, erramos e assumimos. Não fizemos nada por mal. O paciente estava mesmo em estado grave?, disse o diretor presidente do hospital, Francisco Tortorelli. Maluf afirmou hoje cedo, antes de saber da morte de Matias, que voltaria a visitar o CTI de um hospital se fosse convidado, mas trataria de lavar as mãos e seguir as recomendações de higiene exigidas. O ex-prefeito disse que se pudesse voltar no tempo não teria feito o que fez ontem. ?O fato grave não é eu ter visitado sem ser avisado, o que é grave é aquele homem baleado lá?, acredita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.