Morre o jornalista Ferreira Netto

O jornalista Joaquim Antônio Ferreira Netto, de 64 anos, morreu na noite deste domingo em decorrência da falência múltipla dos órgãos, provocada por doença crônica no fígado, em pós-operatório de cirurgia neurológica para drenagem de hematoma intra-cerebral.. Ferreira Netto foi internado há três semanas no hospital Igesp, na Bela Vista, região central da capital paulista, após sofrer uma queda em casa, na qual bateu a cabeça, para retirar um hematoma do cérebro. Atualmente, o jornalista apresentava um programa de entrevistas e debates exibido pela CNT (Central Nacional de Televisão), exibido por TV a cabo, de segunda a sexta-feira, às 23h30. Em 1990, lanço-se candidato ao Senado pelo então partido do presidente Fernando Collor de Mello, o PRN, mas perdeu a eleição para o petista Eduardo Suplicy. O corpo de Ferreira Netto será velado nesta segunda-feira na Assembléia Legislativa de São Paulo e cremado no crematório da Vila Alpina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.