Morre o ex-ministro Luiz Felipe Lampreia

Diplomata faleceu em Botafogo aos 74 anos; amigos informaram pelas redes sociais que ele sofreu parada cardíaca

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

02 de fevereiro de 2016 | 16h31

RIO - Luiz Felipe Lampreia, de 74 anos, que foi ministro das Relações Exteriores de janeiro de 1995 a janeiro de 2001, morreu nesta terça-feira, 2,  no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo (zona sul do Rio).

O hospital não foi autorizado pela família a informar detalhes sobre a morte, mas, em redes sociais, amigos contaram que Lampreia sofreu uma parada cardíaca de manhã e foi encaminhado para o setor de emergência do hospital, mas não resistiu. Há cerca de um mês Lampreia tinha recebido alta do Hospital Samaritano, onde se tratava de um tumor no pulmão.

Sociólogo e diplomata, Lampreia ingressou no Instituto Rio Branco em 1962, mesmo ano em que concluiu o curso de Sociologia na PUC do Rio de Janeiro. Além de ministro, ele desempenhou também as funções de secretário-geral do Itamaraty, subsecretário de Assuntos Políticos Bilaterais, representante permanente do Brasil junto a organismos internacionais em Genebra, embaixador em Lisboa e em Paramaribo (capital do Suriname) e porta-voz do Ministério das Relações Exteriores.

O Itamaraty publicou uma nota na tarde desta terça lamentando a morte do ex-ministro.

Em nota, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) lamentou a morte do ex-ministro, a quem chamou de "pensador refinado" e "debatedor de primeira linha". 

Leia a íntegra da nota do tucano:

Luiz Felipe Lampreia foi fundamental na transformação do País em interlocutor nos principais temas geopolíticos e comerciais no período em que comandou, como chanceler (1995-2001), a política externa brasileira. Pensador refinado e debatedor de primeira linha, bateu-se, até o final, pela recuperação dos nobres princípios democráticos e civilizatórios que sempre nortearam a política externa brasileira. O Brasil perde, sobretudo, um homem que entendia o comércio livre e justo entre as nações como instrumento essencial para a democracia e a paz. Meus sentimentos e orações aos familiares e amigos. 

Tudo o que sabemos sobre:
Luiz Felipe LampreiaItamaratyMorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.