Morre o apresentador Luiz Carlos Alborghetti

O ex-deputado estadual do Paraná e apresentador de rádio e televisão Luiz Carlos Alborghetti, de 64 anos, conhecido como Cadeia, morreu nesta tarde, vítima de câncer no pulmão.

EVANDRO FADEL, Agencia Estado

09 de dezembro de 2009 | 17h27

Na televisão ficou conhecido nacionalmente ao apresentar o programa policial Cadeia, pela Rede CNT, no qual gritava, xingava, criava polêmica e aparecia sempre com um porrete de madeira, que usava para bater contra a mesa, numa tentativa de demonstrar irritação.

Nascido em 1945 em Andradina, ele fez sucesso no rádio em Londrina. Na cidade do norte do Paraná, foi eleito vereador em 1982, mesmo ano em que seu programa de rádio estendeu-se para todo o Estado. Em 1984, conseguiu eleger-se para a Assembleia Legislativa, onde cumpriu quatro mandatos. O programa nacional foi levado ao ar em 1992, ficando por apenas dois anos.

Atualmente, Alborghetti apresentava programa na Rádio Colombo, de Curitiba. Ele deixa mulher, três filhos e quatro netos. O corpo deve ser sepultado amanhã.

Tudo o que sabemos sobre:
morteLuiz Carlos Alborghetticâncer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.