Morre no México mulher que deu à luz em estado de coma

Uma mulher de 24 anos que deu à luz em estado de coma faleceu no domingo no estado de Nuevo León (norte do país) em conseqüência do tumor cerebral que a mantinha inconsciente há mais de dois meses. Irma Alvarado López, proveniente do estado central de San Luis de Potosí, deu à luz no sábado, 10 de janeiro, a uma menina no sétimo mês de gestação, pesando 1,2 quilo e medindo 33 centímetros. A criança recebeu o nome de Milagros, por ter nascido apesar do coma em que entrou com sua mãe em novembro passado."Ela (Irma) faleceu devido a um tumor cerebral...era algo esperado", afirmou Pablo Moreno Guevara, subdiretor dohospital em que a paciente foi atendida na cidade de Monterrey,no norte do México. O tumor foi detectado em outubro passado e em novembroIrma entrou em coma. Milagros, o bebê, continua em estado estável, emboracontinue sob observação e, segundo Moreno, seu estado tenha"melhorado muito, em comparação com o primeiro dia". Segundo Moreno, durante os 23 anos em que trabalha nohospital nenhuma mulher em coma havia conseguido dar à luz. O marido de Irma, Pedro López, de 26 anos, recebeu seucorpo no domingo e o levou no mesmo dia para San Luis dePotosí.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.