Morre ex-senador maranhense Bello Parga

Parlamentar do DEM defendeu o voto facultativo e alterações no IR; causa da morte ainda é desconhecida

Agência Senado,

13 de maio de 2008 | 12h12

O ex-senador maranhense Bello Parga morreu na manhã desta terça-feira, 13, aos 79 anos, vítima de causa ainda desconhecida. Na condição de suplente do ex-senador Alexandre Costa, Parga exerceu mandatos no Senado de 1996 a 2003. Internado há um mês, em razão de dificuldades para alimentar-se, ele será velado na Academia Maranhense de Letras, estando seu enterro previsto para as 17 horas, no cemitério de São Luís.   Senador pelo então PFL, atual DEM, Bello Parga defendeu proposições legislativas que visavam tornar o voto facultativo, instituir normas para eleições de suplentes, alterar a legislação concernente ao imposto de renda da pessoa física e, ainda, outorgar à União competência para instituir imposto sobre movimentação ou transmissão de valores e créditos financeiros. Ele deixa viúva a senhora Paula Parga e dois filhos.

Tudo o que sabemos sobre:
Bello Parga

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.