Morre em São Paulo o ex-ministro Luiz Carlos Santos

Morreu na manhã desta quinta-feira na capital paulista o ex-deputado Luiz Carlos Santos, presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo entre 1985 e 1987. O velório será realizado no Hall Monumental do Palácio 9 de Julho, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, e o enterro será realizado no cemitério Gethsemâni, no bairro do Morumbi, na capital paulista, nesta sexta-feira (01) às 11h15.

AE, Agência Estado

31 de janeiro de 2013 | 20h37

Nascido em Araxá (MG) e formado em direito pelo Largo São Francisco e em administração pela FGV, o ex-deputado e ex-ministro estava com 80 anos. Filiado ao PMDB, Santos foi nomeado ministro de Estado Extraordinário para Coordenação de Assuntos Políticos, exercendo o cargo de 1996 a 1998, no governo Fernando Henrique Cardoso. Em 1997 transferiu-se para o Partido da Frente Liberal (PFL) e retornou a Câmara dos Deputados em 1998 como vice-líder do seu partido.

Foi também candidato a vice-governador de São Paulo, na chapa encabeçada por Paulo Maluf, que acabou derrotada pelo governador Mário Covas, do PSDB. No início de 1999, no final de seu mandato na Câmara dos Deputados, voltou ao governo FHC como diretor-presidente de Furnas Centrais Elétricas S.A., sediada no Rio de Janeiro, exercendo a função até fins de 2002, quando abandonou a vida pública.

Tudo o que sabemos sobre:
ex-ministroLuiz Carlos SantosSPmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.