Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Morre deputado federal Rômulo Gouveia, do PSD

Governador da Paraíba decretou luto de três dias em razão da morte do parlamentar de 53 anos

Amanda Pupo, O Estado de S.Paulo

13 Maio 2018 | 11h33

Morreu na madrugada deste domingo, 13, em Campina Grande (PB), o deputado federal Rômulo Gouveia (PSD), informou por meio de nota o líder do PSD, Domingos Neto. O parlamentar teve um infarto, após passar a última semana internado, em função de uma infecção urinária.  Gouveia, de 53 anos, era o quarto secretária da Mesa Diretora da Casa.

“Atualmente, nos orgulhava ocupando a Quarta Secretaria da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. Muito atuante nas causas da saúde, tecnologia e segurança hídrica, o parlamentar sempre se destacou nos corredores do Congresso Nacional pelo empenho em que defendeu o povo da Paraíba”, disse em nota Domingos Neto, lamentando a morte do colega.

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), anunciou decreto de luto oficial de três dias em razão da morte do deputado. "Com uma trajetória política pautada pela cordialidade e espírito público, Rômulo ocupou vários cargos públicos como vereador, deputado estadual e vice-governador da Paraíba (2011-2014), no primeiro mandato do governador Ricardo Coutinho. O falecimento de Rômulo Gouveia deixa uma imensa lacuna na política do Estado e enluta os cidadãos e cidadãs de Campina Grande e de toda Paraíba", diz a nota divulgada por Coutinho. 

Gouveia foi vereador em Campina Grande, presidente da Câmara Municipal, deputado estadual da Paraíba, presidente da Assembleia Legislativa do Estado, vice-governador da Paraíba, e atualmente era o quarto secretária da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. Quem assume o mandato efetivo na casa é o deputado federal Marcondes Gadelha (PSC-PB), de acordo com a assessoria do parlamentar.

O velório de Gouveia acontece a partir das 12h deste domingo, na Câmara Municipal de Campina Grande. À noite, o corpo segue para o Cemitério Campo Santo da Paz, também em Campina Grande, onde será velado até às 16h de segunda-feira, 14, quando será sepultado. O velório será aberto ao público.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.