Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Mônica Calazans, primeira vacinada contra covid do Brasil, se filia ao MDB

Potencial candidata a deputada federal nas eleições 2022, enfermeira recebeu a primeira dose da Coronavac em evento televisionado para todo País em janeiro de 2021

Davi Medeiros, O Estado de S.Paulo

06 de janeiro de 2022 | 07h57

Primeira pessoa a ser vacinada contra a covid no Brasil, a enfermeira Mônica Calazans, de 55 anos, é agora filiada ao MDB em São Paulo. O anúncio da filiação foi feito nesta quarta-feira, 5, pela sigla. O partido avalia lançar a profissional de saúde, que se tornou conhecida após receber o imunizante, na disputa pelo cargo de deputada federal nas próximas eleições.

“É uma honra tê-la como companheira de luta por mais equidade, justiça social e saúde para todos”, escreveu o diretório nacional da legenda em publicação nas redes sociais. A pré-candidata do partido à Presidência da República, senadora Simone Tebet (MS), compartilhou as boas-vindas à enfermeira em seu perfil oficial. 

Mônica é moradora de Itaquera, na Zona Leste da capital paulista. Apesar de ter vários fatores de risco, como obesidade e hipertensão, a enfermeira Mônica se inscreveu para trabalhar no Hospital Emílio Ribas em maio do ano passado, no auge da primeira onda da doença. Ela atuou na linha de frente do combate à pandemia por oito meses antes de ser imunizada. 

A profissional foi voluntária dos testes clínicos com a vacina Coronavac pelo Instituto Butantã. Como havia tomado placebo, Mônica recebeu sua dose do imunizante em 17 de janeiro de 2021, minutos após o produto ser autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial. A aplicação foi transmitida ao vivo por emissores de televisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.