Momento é de otimismo quanto ao Brasil, diz premiê espanhol

José Zapatero e empresários espanhóis elogiaram o presidente em Madri.

Anelise Infante, BBC

17 de setembro de 2007 | 16h00

O primeiro-ministro da Espanha, José Luis Rodríguez Zapatero, disse nesta segunda-feira após encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva que o momento "é de claro otimismo em relação ao Brasil".Zapatero fez rasgados elogios a Lula ao se despedir em Madri do brasileiro, que encerrou sua viagem por cinco países da Europa nesta segunda-feira. Entre outras amabilidades, Lula ouviu do premiê espanhol que "vai entrar para a história como um dos líderes do século 21" e que o Brasil pode contar com os investidores espanhóis - que também mostraram sua satisfação.O primeiro-ministro lembrou que Espanha é o segundo maior investidor no Brasil, perdendo apenas para os Estados Unidos.No Palácio da Moncloa, sede do governo espanhol, o presidente explicou o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o projeto do biocombustíveis, e despediu-se, pedindo que todos lessem os informes entregues pela Ministra da Casa Civil, Dilma Roussef."Espero que a Dilma tenha distribuído para vocês um 'PACzinho', que vire um livrinho de cabeceira para que vocês olhem se há possibilidades (de investimento)."Os representantes de algumas das principais companhias locais - como Telefónica, Banco Santander, Repsol e Iberdrola - anunciaram que não só estão satisfeitos com a política econômica e social do Governo Lula, como têm muito interesse em participar do PAC e aumentar o volume de negócios no Brasil.Entre os que mostraram mais satisfação com o Governo Lula estão os presidentes da Telefónica, Cesar Alierta, e do Banco Santander, Emilio Botin.A Telefónica, companhia européia com maior volume de negócios na América Latina, já investiu US$ 31 bilhões no Brasil e planeja injetar outros US$ 7 bi até 2010.O Santander também anunciou números positivos. Emilio Botin disse que o banco está no Brasil "para os bons e maus momentos". "Investimos US$ 25 bilhões nos últimos dez anos, damos emprego a 52 mil pessoas e apoiamos a 152 universidades em projetos", disse. "O Brasil hoje não deve um só dólar aos mercados estrangeiros. Em menos de 18 meses vai ser 'investment grade', o que representa um título e um reconhecimento ao esforço de um trabalho bem feito."Antes de seguir viagem para Brasília, o presidente Lula almoçou com o rei Juan Carlos e a rainha Sofia no Palácio da Zarzuela. A chegada à capital federal está prevista para a meia-noite, hora de Brasília.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
lulaluiz inácio lula da silvamadri

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.