Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

'Um dos mais difíceis da minha vida', diz Molon sobre dia em que decidiu deixar o PT

Deputado federal publicou em sua página oficial carta em que fala sobre sua saída do partido após 18 anos de filiação; ele afirma que chegou a propor uma série de mudanças à sigla, mas que nenhuma foi aceita

Carina Bacelar , O Estado de S. Paulo

25 de setembro de 2015 | 09h06

RIO – Em carta publicada em sua página oficial na madrugada desta sexta-feira, 25, o deputado federal Alessandro Molon explica sua saída do Partidos dos Trabalhadores (PT). Nessa quinta-feira, 24, Molon anunciou que vai para a Rede Sustentabilidade, partido da ex-senadora Marina Silva que obteve registro autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na última terça-feira, 22. O deputado diz que o dia da decisão foi um dos “mais difíceis de sua vida” e faz uma crítica ao agora ex-partido, ao qual foi filiado por 18 anos. 

“A decisão foi amadurecida por muita reflexão e sofrimento. Afinal, foram anos de luta por mudanças de rumos no partido. No quinto congresso do PT, realizado em junho passado, fiz, ao lado de mais 34 deputados federais da bancada, minha última tentativa. Propusemos uma série de mudanças ao PT. Nenhuma foi aceita. No Rio de Janeiro, minha posição contrária aos caminhos escolhidos pelo partido é velha conhecida de todos. E tudo indica que os rumos continuarão os mesmos”.

O deputado federal disse que vai “continuar a caminhada” na Rede e que defenderá como bandeiras “a luta pelo fortalecimento da democracia, pela justiça social e pelo desenvolvimento sustentável”. “Aos que votaram em mim, não tenham nenhuma dúvida disso. Agradeço a acolhida calorosa que recebi na Rede! Uma nova caminhada se inicia, tomada pelo entusiasmo, pelo otimismo e pela aposta no Brasil”, concluiu.

Nas redes sociais, a opção do deputado foi alvo de crítica de muitos eleitores pelo fato de a Rede ter apoiado o senador Aécio Neves (PSDB) na eleição presidencial do ano passado. Na ocasião, Molon foi um dos 20 deputados mais votados. Ficou em 17º lugar, com 87.003 votos. 

Tudo o que sabemos sobre:
Alesssandro MolonRedePT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.