Moções repudiam presidente da Philips

A Assembléia Legislativa do Piauí aprovou ontem moção de repúdio contra o presidente da Philips do Brasil, Paulo Zottolo. O desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho também aprovou moção de repúdio em sessão do Tribunal de Justiça contra Zottolo por ele ter dito, semana passada, que se o Piauí deixasse de existir ninguém sentiria falta. Zottolo já se desculpou pela declaração, mas deputados cogitam pedir indenização.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.