MLST deve desocupar fazenda em Barretos

Até as 12 horas de hoje os integrantes do Movimento de Libertação dos Sem-Terra (MLST), dissidente do MST, vão desocupar a fazenda Queixada, em Barretos, a 425 quilômetros de São Paulo. O acordo foi feito ontem com a Polícia Militar. Um dos líderes do MLST na região, João Santana, informou que a intenção do grupo é dividir as cerca de 230 famílias que estão ocupando a Queixada em dois grupos. Um dos grupos deve engrossar a ocupação de uma fazenda perto de Uberlândia (MG). O outro grupo deve retornar a Franca, onde estava ocupando uma área antes de seguir para Barretos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.