Mistério ronda roubo de dados da Petrobras, diz 'Economist'

Artigo em revista britânica afirma que 'estranho roubo' deixou dúvidas no ar.

Da BBC Brasil, BBC

21 de fevereiro de 2008 | 19h45

A revista britânica The Economist publica em sua última edição um artigo sobre o "misterioso" roubo de laptops e discos rígidos com informações sobre o novo campo de gás natural na Bacia de Santos, ocorrido no mês passado.Intitulado Whodunnit? ("Quem fez isso?", em tradução livre), o texto diz que o roubo dos computadores e discos, que estavam em um contêiner transportado do Porto de Santos para Macaé (RJ), deixa muitas dúvidas no ar.A revista afirma que nem a Petrobras, que encomendou os testes que indicaram a existência do campo, nem a companhia americana Halliburton, responsável pelo transporte dos dados, deram muitos detalhes sobre o "estranho roubo", o que "pode ser um reflexo do constrangimento" das empresas com o ocorrido."Parece estranho que informações com potencial comercial como essas sejam transportadas da mesma forma que grãos de soja; mais estranho ainda que ladrões aparentemente sabiam onde encontrar o que eles queriam", diz a revista.A Economist questiona quem poderia ganhar com os dados que foram roubados. "Talvez investidores planejando comprar ou vender ações da Petrobras, ou talvez uma companhia rival", afirma o texto.As incertezas a respeito das descobertas, no entanto, diminuiriam a importância da posse das informações."O custo de desenvolvimento dos campos é desconhecido, e a tecnologia para fazer isso ainda não foi comprovada", diz a Economist. "Mas uma companhia que esteja tentando obter direitos de exploração perto dos campos recém-descobertos pode achar os dados muito úteis."A revista também especula que o roubo desses dados, especificamente, pode ter sido simplesmente um golpe de sorte dos ladrões."Coisas freqüentemente somem de contêiners que passam pelo Porto de Santos", acrescenta a Economist. "O maior porto brasileiro é mal gerenciado, congestionado e corrupto. Mas se os ladrões realmente não sabiam o que eles tinham roubado, eles sabem agora."BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.