Missa pelo jubileu de João Paulo II reúne 35 mil em Aparecida

Cerca de 35 mil fiéis participaram neste domingo da missa de ação de graças realizada no Santuário Nacional de Aparecida (SP), em celebração aos 25 anos de Pontificado do Papa João Paulo II. A estimativa era de que até o final da tarde mais de 100 mil romeiros assistissem às cerimônias em homenagem ao jubileu de prata. A missa solene começou às 10 horas e foi celebrada pelo cardeal Dom Aloísio Lorscheider e 16 bispos de diferentes partes do País. Dezenas de padres, representando as mais diversas congregações do Brasil, estiveram presentes. O ponto alto da missa foi a entrada de um grupo de fiéis carregando um quadro com a fotografia do papa e a bandeira do Vaticano - colocados no altar. Ao longo da cerimônia, o cardeal Lorscheider ressaltou a contribuição do amigo em promover o dialogo com todas as nações, levando mensagens de paz, solidariedade e esperança ao mundo. Ele destacou também a contribuição do papa para o fortalecimento da Igreja Católica. Durante seu discurso, o cardeal pediu para que as pessoas rezem pela saúde do Papa. "Vamos todos pedir a Deus para que o Papa tenha força." Sucessão O cardeal também reafirmou sua posição diante das especulações sobre sua indicação ao papado. "Mais uma fez eu falo, que todo e qualquer bispo é um potencial candidato." Na solenidade, o secretário-geral da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Odilo Pedro Scherer, lembrou da beatificação da Madre Teresa de Calcutá, no Vaticano, durante as comemorações do jubileu de João Paulo II.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.