Missa marca oito anos da morte de Covas

Cerca de 100 pessoas compareceram ontem pela manhã à missa realizada no Mosteiro de São Bento, na capital paulista, em homenagem ao ex-governador Mário Covas, morto há oito anos, vítima de um câncer. O culto é promovido anualmente pelo neto de Covas, o deputado estadual Bruno Covas (PSDB-SP), e sua esposa, Karen. "Em um país em que político é sinônimo de corrupto e rei morto é rei posto, ter uma missa como essa oito anos depois mostra o carinho e respeito de todos por ele", observou o deputado. O culto teve a presença do secretário estadual da Justiça, Luiz Antonio Marrey, representando o governador José Serra (PSDB), da prefeita interina da capital, Alda Marco Antônio (PMDB), do ex-governador Geraldo Alckmin, hoje secretário de Serra, e do deputado José Aníbal, líder do PSDB na Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.