Missa marca aniversário da morte de sem-terra

Um ato público seguido de missa, em Ocara, a 80 quilômetros de Fortaleza, marcou o Dia do Trabalhador Rural no Ceará. Em Ocara, quando do Dia do Trabalhador Rural de 2000, o sem-terra Francisco Aldemir de Mesquita, o ?Demir?, 28 anos, foi assassinado por pistoleiros. Outros oito sem-terra saíram feridos. Padre Marcos Passerini, no sermão da missa de hoje, lembrou que os acusados do crime - a dona da fazenda, Jacinta Abreu de Sousa; o motorista dela, Manoel Ferreira da Silva; e três pistoleiros - estão soltos. A missa teve a participação das 30 famílias que conseguiram, no final do ano passado, a desapropriação da fazenda, que rebatizaram como Assentamento Demir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.