Missa em Santos lembrará terceiro ano da morte de Covas

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) participa amanhã em Santos da missa que marca os três anos da morte do ex-governador Mário Covas. A missa acontece no Santuário de Santo Antônio do Valongo, no Centro Histórico da Cidade. A escolha do local não foi feita por acaso. A Igreja do Valongo foi recuperada enquanto Mário Covas era governador.Mário Covas morreu dia 6 de março de 2001, aos 70 anos, após lutar contra o câncer. Seu corpo foi sepultado no Cemitério do Paquetá e a campa de sua família é hoje uma das mais visitadas. Nascido em Santos, deu início à carreira política ainda nos anos 50, ao ser dirigente da União Estadual dos Estudantes. Em 1962, foi eleito deputado federal, conseguindo a reeleição quatro anos depois - e posteriormente, em 1982. Um ano depois, em 1983, foi prefeito de São Paulo, ao ser indicado pelo então governador Franco Montoro. Covas assumiu o cargo de senador em 1986 e governador em 1994, com mais uma reeleição, em 1998.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.