Miro diz que Lula não falou com ele sobre mudança no ministério

O ministro das Comunicações, Miro Teixeira, disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda não conversou com ele sobre a reforma ministerial. "Ele não falou nada comigo", afirmou ao deixar o prédio do ministério. Miro lembrou que o sistema vigente no País é o presidencialista e que, portanto, o presidente é que define as coisas. "Não é uma frase feita. O tempo é o do presidente e não pode ser diferente", disse o ministro ao ser perguntado sobre qual seria o tempo ideal para se fazer a reforma. Ele destacou que ainda não está pensando sobre seu destino partidário a partir do seu desligamento do PDT. Miro disse também que não definiu os nomes para as vagas de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e para a Secretaria de Telecomunicações do ministério, que era ocupada por Pedro Jaime Ziller, atual presidente da Anatel. "Evitei fazer substituições tanto nos correios quanto na secretaria porque são atos assinados pelo presidente e por mim. Seria uma forma de criar um constrangimento para o presidente e forçar uma definição sobre o ministério. Então, estou preferindo as interinidades", ressaltou. O ministro disse que adotou a decisão de não tocar novos projetos, mas sem deixar parado o que está sendo feito. "E aguardar serenamente o meu momento de retornar ao meu mandato", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.