Ministros prometem ficar atentos às regras

Os ministros do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, e das Cidades, Márcio Fortes, afirmaram ontem, em entrevista, que estarão atentos às regras da lei eleitoral durante o período de campanha.Patrus disse que participará de campanhas "como cidadão, nos finais de semana e fora do horário de expediente, apoiando os candidatos do PT". Fortes avisou que todos do governo "seguirão à risca" as determinações legais que vêm do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na segunda-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva comandará a segunda reunião ministerial do ano, a partir das 9h30, quando dará orientações sobre comportamento nas eleições, para evitar problemas com a Justiça Eleitoral."Participarei do processo eleitoral como cidadão, sem usar nenhum recurso do ministério e respeitando os adversários", afirmou Patrus. Fortes explicou que o governo trabalha para liberar recursos dos convênios assinados com prefeituras e Estados, dentro do período legal, e que não está "fazendo nada a toque de caixa".Pela lei, contratos só podem ser assinados até 4 de julho. "Tem as determinações legais que vêm do TSE e seguiremos à risca isso", avisou Fortes, explicando que "o que vai ser definido é a presença de quem estará nos atos, porque há limitação quanto a isso". "A nossa posição é que faremos os atos institucionais até o final do mês e a restrição se aplica a obras não iniciadas."Indagado se defendia mudanças na legislação por causa das restrições, Fortes disse que o tema deve ser analisado "com cuidado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.