Ministros divergem sobre aumento para militares

A pressão dos militares por aumento dos soldos revelou as divergências entre os ministros do Planejamento, Guido Mantega, e da Defesa, José Viegas, que estão reunidos no Planejamento.Ao chegar para o encontro, Viegas disse que iria conversar com Mantega sobre o aumento para os militares. Um pouco antes, porém, o ministro do Planejamento negou que o tema da reunião seria este.Segundo ele, "não há reajuste para os militares, neste momento". Mantega argumentou que o Orçamento da União deste ano não prevê verba para dar aumento.No último domingo, centenas de mulheres de militares protestaram em Brasília contra o achatamento salarial da categoria. A pressão dos servidores militares ocorre no momento em que o governo tenta evitar uma greve dos servidores civis, acenando com aumentos acima da inflação de 9,3% de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.