Ministros de Lula ironizam indefinição tucana sobre vice

Em meio ao imbróglio entre PSDB e DEM sobre a definição do vice, ministros de Lula assumiram o microfone da convenção do PT paulista, em São Paulo, para ironizar o vaivém de nomes para a vaga. "O lado de lá vive batendo cabeça, parece a França. A seleção do povo vai dar uma goleada no time dos tucanos", disse o ministro do Esporte, Orlando Silva.

ROBERTO ALMEIDA, Agência Estado

26 de junho de 2010 | 16h14

"O lado de lá tem uma atitude diferente da nossa. Acha que pode governar sozinho. Nossa campanha aqui vai unir São Paulo e o Brasil para continuar mudando", disse o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

O deputado Michel Temer (PMDB-SP), vice da presidenciável petista Dilma Rousseff, comentou mais cedo, no mesmo evento, a pesquisa CNI/Ibope que a colocou à frente do tucano José Serra. "Dilma chegou a 40% da intenção de votos e com o prestígio do presidente Lula logo se transformará em 55%, 60% ainda no primeiro turno", disse Temer.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.