Ministro se diz preocupado com situação no campo

As atenções do ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, estão voltadas neste momento para reunião entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a cúpula do Movimento dos Sem-Terra (MST). "Estou muito preocupado com a situação no campo, pois recebo, via entidades de classe, a grande perplexidade dos produtores", afirmou Rodrigues, referindo-se à onda de saques, conflitos e invasões de terra. "Ao mesmo tempo, estou esperançoso que a conversa do presidente redefina o quadro", completou. O ministro afirmou que "não quer nem pensar" na hipótese de agravamento dos conflitos no campo. Ele citou o caso de Presidente Prudente, onde o prefeito Agripino de Lima Filho (PTB) convocou a população para impedir a entrada de representantes de sem-terra liderados por José Rainha Júnior. Segundo Rodrigues, Rainha não é reconhecido como líder pelo MST e pode liderar a caravana. "Como é isso?. O argumento é que perdeu-se o controle sobre a base. Quem perdeu o controle que legitimidade tem para discutir?", questionou Rodrigues.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.