Ministro negocia hoje com servidores

O ministro da Educação, Paulo Renato Souza, reafirmou que vai suspender, a partir de hoje, o pagamento dos salários de setembro dos professores e funcionários das universidades federais em greve. Os dias parados não serão descontados, mas os vencimentos só vão ser depositados quando os funcionários voltarem ao trabalho. Hoje ele recebe representantes dos servidores para anunciar que as reivindicações da categoria serão aceitas pelo governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.