Ministro nega afastamento de Reischtul

O ministro de Minas e Energia, José Jorge, negou hoje que o presidente da Petrobras, Henri Philippe Reischtul, possa ser afastado do cargo por causa do vazamento de óleo na Plataforma P-7, na Bacia de Campos, no Rio. Indagado sobre a possibilidade de afastamento de Reischtul do comando da empresa, o ministro acenou a cabeça negativamente, ao sair de reunião com o presidente Fernando Henrique Cardoso e outros ministros em que foi discutida a privatização de Furnas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.