Ministro Lobão se afasta até terça para tratar da saúde

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, ficará afastado do cargo até a próxima terça-feira (23), para tratamento de saúde. O período de afastamento, autorizado pela presidente Dilma Rousseff, é de 18 a 23 de outubro e foi publicado nesta sexta-feira no Diário Oficial da União.

LUCI RIBEIRO, Agência Estado

19 de outubro de 2012 | 08h45

Lobão está internado no Hospital Albert Einstein, na capital paulista. Boletim médico do hospital divulgado às 19h50 desta quinta-feira (18) confirma que o ministro foi internado às 16h de ontem, após apresentar febre. Segundo os médicos, Lobão permanecerá no hospital para diagnóstico e tratamento.

Na quarta-feira (17), o ministro fez uma série de exames em Brasília, mas a família decidiu que ele deveria ir para São Paulo. Lobão se queixou de gripe forte nos últimos dias e também apresentou febre, segundo assessores do Ministério.

Tudo o que sabemos sobre:
Lobãolicençatratamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.