Ministro lança campanha "Fique sabendo" contra aids

O ministro da Saúde, Humberto Costa, vestiu nesta sexta-feira à tarde, na São Paulo Fashion Week, a camiseta da campanha Fique Sabendo, que pretende incentivar a população a fazer testes de aids. O Ministério da Saúde estima que 400 mil dos 600 mil brasileiros soropositivos ainda não sabem que têm a doença, o que dificulta o tratamento precoce e aumenta os riscos de contaminação.Segundo Costa, estão sendo investidos na campanha R$ 40 milhões, e a expectativa é que o número de testes, que foi de 1,8 milhão em 2002, atinja 4 milhões neste ano. "A aids não está nem deve estar na moda", brincou o ministro, logo após reafirmar a importância da sociedade no sucesso do programa nacional e entregar um troféu e um "cheque" de 365 preservativos para a designer Márcia Velihovetchi.Ela venceu o concurso do símbolo da campanha - um sinal de positivo ao lado de um de negativo com um sorriso. "Positivo ou negativo, seja feliz", explicou ela. O ministro garantiu que a rede pública está preparada para atender ao aumento de demanda de testes e os recursos irão diretamente para os municípios. Serão 300 centros de testes no País - seis na cidade de São Paulo.Os endereços ficarão disponíveis na internet, no site www.aids.gov.br, e as pessoas poderão fazer o teste gratuitamente, sem se identificar.Artistas, modelos e empresários que passaram pela Bienal esta semana foram convidados a aderir ao Fique Sabendo e ceder os direitos de imagem para a campanha de conscientização. O público também ganha camisetas e endereços de postos que realizam o teste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.