Ministro garante R$ 820 milhões do PAC para Alagoas

O ministro da Integração Nacional, Pedro Brito, anunciou nesta quarta-feira, em Maceió, que o governo federal irá investir cerca de R$ 820 milhões, entre 2007 e 2010, em Alagoas. O anúncio foi feito ao governador Teotônio Vilela Filho (PSDB), no Palácio República dos Palmares, onde foram detalhadas as ações referentes ao Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) que irão beneficiar seis projetos prioritários de infra-estrutura hídrica para Alagoas. O programa de revitalização do rio São Francisco, que irá beneficiar Alagoas, também ganhou prioridade. Passaram a fazer parte dos Projetos Pilotos de Investimentos (PPIs) do governo federal, o projeto de irrigação Rio Bálsamo; os sistemas de abastecimento de água do Pratagy (em Maceió), Palmeira dos Índios e de Coqueiro Seco; o perímetro de irrigação Marituba; além da adutora do Canal do Sertão Alagoano. O projeto Rio Bálsamo, no município de Palmeira dos Índios, a 180 quilômetros de Maceió, inclui barragem, adutoras e sistemas de irrigação. Na obra serão investidos R$ 41,2 milhões e quando concluída, beneficiará 3.500 habitantes. O sistema de abastecimento de Palmeira dos Índios é outra ação que atenderá cerca de 120 mil habitantes, com investimento priorizados de R$ 67 milhões.O perímetro de irrigação de Marituba, no município de Penedo, é um projeto de irrigação e de drenagem com potencial para produção de etanol, desenvolvido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), vinculada ao Ministério da Integração Nacional. O PAC garantiu R$ 17 milhões para este projeto que beneficiará 335 famílias de produtores rurais. O eixo de integração hídrica no Canal do Sertão Alagoano faz parte do Projeto São Francisco. A obra já foi iniciada e beneficiará 2 milhões de habitantes, por meio do aumento da oferta hídrica e desenvolvimento das atividades hidroagrícolas. Estão previstos recursos na ordem de R$ 562,8 milhões para o projeto. A tomada d´água fica no município de Delmiro Gouveia, no sertão alagoano, as margens do São Francisco. O sistema de abastecimento de Pratagy oferecerá água bruta à toda região metropolitana de Maceió e beneficiará cerca de 680 mil habitantes, com investimento de R$ 120 milhões. As obras incluem a Barragem Duas Bocas, ampliação da captação e duplicação da linha de adução de água bruta (1ª etapa). Já o sistema de abastecimento Coqueiro Seco, para o qual foram garantidos R$ 12 milhões, será iniciado este ano pelo Programa Proágua do Ministério da Integração Nacional e beneficiará cerca de 31 mil habitantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.