Ministro Edison Lobão permanece internado em SP

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, segue internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, sem apresentar alterações no quadro de saúde. A informação consta de um novo boletim médico do hospital divulgado na manhã desta quinta-feira, que confirma que o paciente deverá permanecer internado, "sem apresentar intercorrências". Assinam o boletim o médico responsável, clínico geral dr. Jairo Tabacow Hidal, e o diretor superintendente do hospital, Dr. Miguel Cendoroglo Neto.

AE, Agência Estado

25 de outubro de 2012 | 13h34

Despacho presidencial publicado também nesta quinta-feira (25) no Diário Oficial da União prorrogou por mais 14 dias o período de afastamento do ministro para tratamento de saúde. Inicialmente, a licença terminaria no último dia 23, terça-feira, mas agora vale até 6 de novembro.

O ministro está internado no hospital na capital paulista desde a última quinta-feira (18). Na última quarta-feira (17), o ministro fez uma série de exames em Brasília, mas a família decidiu que ele deveria embarcar para São Paulo. Lobão havia se queixado de gripe forte e tido febre, segundo assessores do Ministério. O boletim médico de sexta-feira (19) informava que o ministro não apresentava mais febre na ocasião.

Tudo o que sabemos sobre:
Lobãointernação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.