Ministro dos Transportes suspende licitações do Dnit e da Valec

Órgãos ligados à pasta foram alvos de denúncia sobre suposto esquema de corrupção

Vannildo Mendes, de O Estado de S.Paulo

05 de julho de 2011 | 19h29

BRASÍLIA - O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, determinou nesta terça-feira, 5, a suspensão de todas as licitações em curso tanto do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) quanto da Valec, órgãos alvos de denúncias de corrupção.

Segundo nota divulgada pelo ministério, a suspensão vale por 30 dias e atinge todos os procedimentos licitatórios de projetos, obras e serviços de engenharia em curso, bem como aditivos com impactos financeiros nas duas estatais. O ato de suspensão foi comunicado ao diretor-geral interino do Dnit, José Henrique Sadok de Sá, e ao diretor-presidente interino da Valec, Antônio Felipe Sanchez Costa, por meio de ofícios.

Na nota, o ministro Nascimento ressalva que estão fora da suspensão os projetos que foram previamente autorizados pela secretaria executiva do ministério, sejam de caráter inadiável e cuja paralisação possa comprometer a segurança de pessoas e o patrimônio da União.

A medida reafirma a autoridade do ministro dos Transportes que, no último fim de semana, afastou dos cargos os diretores do Dnit, Luiz Antônio Pagot, e da Valec, José Francisco das Neves, e desfaz os boatos de que os dois haviam se rebelado contra a decisão do governo.

Nascimento informa ainda na nota que aceitou convite para participar de audiência pública no Senado, na Comissão de Serviços de Infraestrutura e na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle, "onde prestará esclarecimentos sobre a situação do Ministério dos Transportes".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.