Ministro dos Transportes precisa ser fiel ao PR, diz líder do partido

Deputado Lincoln Portela disse que Nascimento será reconduzido á presidência da sigla e coordenar processo de indicação

Eduardo Bresciani, do estadão.com.br

06 de julho de 2011 | 18h02

BRASÍLIA - O líder do PR na Câmara dos Deputados, Lincoln Portela (MG), afirmou nesta quarta-feira, 6, que o novo ministro dos Transportes terá de ser "fiel ao partido". Ele destacou que Alfredo Nascimento, que deixou o posto, retornará à presidência do partido e vai coordenar o processo de indicação de nomes para a presidente Dilma Rousseff.

Segundo Portela, as negociações com o governo são de que o cargo continuará com o PR. Por isso, o partido já adianta que não aceitará a imposição de qualquer nome. "Qualquer pessoa que for indicada tem de ser fiel ao governo Dilma e fiel ao partido. Essa indicação passará pela fidelidade partidária", disse.

O líder reunirá a bancada para discutir a indicação de um substituto para Nascimento. Ele afirma que o agora ex-ministro é quem apresentará a Dilma o nome do partido para a vaga. "O Alfredo Nascimento volta a ser presidente do partido, então ele é a melhor pessoa para fazer essa interlocução com o governo", declarou Portela. De acordo com o líder, as bancadas do partido na Câmara e no Senado e a executiva da legenda vão discutir um nome "sem pressa".

Portela descarta qualquer possibilidade de o PR abandonar a base aliada. "O PR caminha com este projeto antes até da eleição do Lula (ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva). O PR continua na base", reforçou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.