José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Ministro dos Transportes diz ser 'mais bombeiro que ministro'

Antonio Carlos Rodrigues (PR) afirmou em participação da Comissão de Serviço e Infraestrutura do Senado que só apaga incêndio desde que chegou à pasta

Ricardo Britto, O Estado de S. Paulo

29 Abril 2015 | 11h07

BRASÍLIA - O ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues (PR), afirmou nesta quarta-feira, 29, que só "apaga incêndio" desde que assumiu a pasta, em janeiro. Durante participação na Comisssão de Serviço e Infraestrutura do Senado, Rodrigues disse que é "mais bombeiro que ministro". A comissão foi convocada para discutir as prioridades do ministério para os próximos anos.


O titular dos Transportes reafirmou que não tem definições sobre o recurso que terá disponível para fazer investimentos. Rodrigues disse que o ministério - que não tem tido dinheiro para pagar fornecedores - no passado chegou à situação de antecipar pagamentos.

Durante a reunião, os parlamentares têm dado várias declarações de desagravo ao ministro por conta da indefinição de quanto estará disponível para o ministério. "Não tem ministro competente sem recursos", afirmou o senador Wellington Fagundes (MT), do mesmo partido de Rodrigues. O senador José Medeiros (PPS-MT) elogiou-o por não estar sendo "polido" nem "mentiroso". Segundo ele, outras autoridades que não agem assim se "autoeganam". "Sendo transparente e sendo claro é que a classe política e o governo vão resgatar a confiança da população brasileira." 


Antes de assumir a pasta em janeiro, Rodrigues foi suplente da senadora Marta Suplicy (PT), que se defiliou do PT nessa terça-feira, 29. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.