Ministro diz que material da operação tapa-buraco dura um ano

O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, disse, no Palácio do Planalto, depois de se reunir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que o material que será usado nas obras emergenciais de recuperação das estradas dura em média um ano. "Boa parte dessas obras são emergenciais, mas teremos de fazer a obra em definitivo depois", disse o ministro, sobre a operação tapa-buraco.Nascimento informou que amanhã será editada uma portaria com as regras para ao início das obras de recuperação das rodovias. Boa parte delas, segundo o ministro, deve ser concluída em 90 dias. "A expectativa é que em três meses tenhamos uma nova situação, bem diferente da atual", disse. A execução total das obras, segundo o ministro deverá levar seis meses. O governo quer recuperar um total de 26 mil quilômetros de rodovias. Perguntado pelos repórteres se o brasileiro ficaria "feliz" com o presidente Lula, ao colocar seu carro na estradas que forem recuperadas, Nascimento respondeu: "vai ficar, porque o carro não vai quebrar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.