Ministro discute eleições e pode ser candidato em BH

Hélio Costa recebeu bancada de Minas do PMDB na Câmara e pré-candidatos a prefeito da capital mineira

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

13 de fevereiro de 2008 | 17h42

Em meio às discussões sobre mudança de regras no setor de telefonia, o ministro das Comunicações, Hélio Costa, abriu um espaço em sua agenda para tratar da eleição municipal de Belo Horizonte. Ele recebeu nesta quarta-feira, 13,  a bancada de Minas Gerais do PMDB na Câmara dos Deputados e pré-candidatos a prefeito da capital mineira. Na saída para uma reunião na Casa Civil, Costa disse que chegou a considerar a possibilidade de sair candidato à prefeitura de Belo Horizonte. Pela manhã, em um ato falho durante a cerimônia de autorização de um canal digital para a TV Senado operar em São Paulo, Costa disse que pretendia conceder outros canais à emissora "nos meses em que ainda vou permanecer no Ministério", dando a entender que poderia se desincompatibilizar do cargo de ministro para concorrer nas eleições municipais deste ano.Questionado por que ele havia dito que permaneceria "meses", Costa negou que tivesse feito esta afirmação e depois acrescentou: "Então é porque alguém está me pressionando a ser candidato a prefeito de Belo Horizonte e eu cheguei a considerar por um momento que poderia ser." Sorrindo, Costa respondeu com uma pergunta ao questionamento se ele continuava considerando esta hipótese: "Quem sabe?". Na reunião com Costa, estavam os pré-candidatos João Moraes (PCdoB), Ronaldo Vasconcelos (PV), Antônio Roberto (PV), Leonardo Quintão (PMDB) e Carlos William (PTC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.