Ministro de Minas e Energia não comenta crise no Senado

O ministro José Jorge Lima (Minas e Energia) se recusou hoje a opinar sobre possíveis desdobramentos na crise no Senado, envolvendo os senadores Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) e José Roberto Arruda (PSDB-DF). Os dois estão envolvidos no episódio da violação do painel eletrônico da Casa. "Não vou falar sobre esse assunto, estou de licença e prefiro que os senadores que estão no efetivo exercício do mandato decidam sobre isso", disse José Jorge, referindo-se a uma possível cassação de mandato de ACM e Arruda. "Só falo sobre energia", completou. José Jorge é senador pelo PFL de Pernambuco e assumiu o Ministério há pouco mais de um mês, no lugar de Rodolpho Tourinho, demitido por causa da briga entre ACM e o presidente Fernando Henrique Cardoso. Com a indicação de José Jorge, a cota do PFL no governo federal foi mantida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.