Ananda Borges/Câmara dos Deputados
Ananda Borges/Câmara dos Deputados

Ministro das Cidades se filia ao Partido Progressista

Baldy disse que ainda não decidiu se deixará a pasta para retomar o mandato e poder disputar reeleição para Câmara

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

14 Março 2018 | 22h42

BRASÍLIA - O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, se filiou na noite desta quarta-feira, 14, ao Partido Progressista (PP), partido com a terceira maior bancada na Câmara dos Deputados. A filiação de Baldy tinha sido acertada desde novembro do ano passado e fez parte do acerto entre um consórcio de partidos que garantiu a indicação dele para o comando da Pasta.

+ Por aliados, Baldy promete redistribuir unidades do Minha Casa Minha Vida

Deputado licenciado, Baldy disse que ainda não decidiu se deixará o Ministério das Cidades para retomar o mandato e poder disputar reeleição para Câmara. O ministro tem até 7 de abril para tomar a decisão, prazo final previsto pela legislação eleitoral para que ministros que disputarão as eleições de outubro se desincompatibilizem dos respectivos cargos.

A cerimônia de filiação ocorreu na sede do PP, no prédio do Senado Federal, e contou com a participação de lideranças de outros partidos. Entre elas, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que lançou pré-candidatura à Presidência da República na semana passada e  de quem Baldy é um dos principais aliados. 

Mais conteúdo sobre:
PP [Partido Progressista]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.