Ministro da Secom é citado em delação de dono da UTC

Ministro da Secom é citado em delação de dono da UTC

No depoimento, o executivo detalhou repasses de R$ 7,5 milhões pela UTC para a campanha da presidente Dilma Rousseff em 2014

Vera Rosa, Carla Araújo, Andreza Matais, Fábio Fabrini, O Estado de S. Paulo

26 de junho de 2015 | 17h48

Brasília - O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Edinho Silva, foi citado na delação do dono da UTC, Ricardo Pessoa, à Procuradoria-Geral da República. No depoimento, o executivo detalhou repasses de R$ 7,5 milhões pela UTC para a campanha da presidente Dilma Rousseff em 2014. A informação foi antecipada pela GloboNews. O atual ministro foi o tesoureiro da campanha de reeleição da petista. 

Em nota ao Broadcast, Edinho informou que esteve com o empresário Ricardo Pessoa por três vezes para tratar de doações de campanha. "A primeira, quando o conheceu, foi quando o empresário esteve no comitê da campanha em Brasília. O empresário, após o primeiro contato, organizou o fluxo de doações em três parcelas que totalizaram R$ 7,5 milhões". 

O ministro disse ainda que "jamais tratou de assuntos relacionados a qualquer empresa ou órgão público com o referido empresário". Ele ressaltou que "as contas da campanha presidencial de Dilma Rousseff foram auditadas e aprovadas por unanimidade pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE)".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.