Ministro da Integração Nacional será um senador

O futuro ministro da Integração Nacional deverá ser definido depois do dia 20, após as convenções regionais do PMDB. A data ficou acertada durante reunião do presidente Fernando Henrique Cardoso com os líderes do partido na Câmara, Geddel Vieira Lima, e no Senado, Renan Calheiros, na manhã desta terça-feira. Segundo Calheiros, o futuro ministro terá de ser do PMDB do Senado porque o ex-titular, Fernando Bezerra, é senador. Durante o encontro, os líderes sugeriram ao presidente a inclusão de dois representantes do Legislativo, um da Câmara e outro do Senado, na Câmara de Gestão da Crise de Energia, que vai discutir o programa de racionamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.