Ministro da Agricultura evita polemizar com presidente do Incra

"Não vamos misturar as coisas", reagiu o ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, ao ser informado, em entrevista coletiva no Recife, sobre as críticas do presidente do Incra, Rolf Hackbart ao agrobusiness, setor que estaria "baleando" acampados sem-terra. Ao afirmar que "qualquer crime, seja perpetrado por quem quer que seja, deve ser punido", o ministro lembrou que o agronegócio representa 34% do PIB nacional, é responsável por 42% das exportações brasileiras, garante um superávit econômico como um todo e é a alavanca da economia brasileira, incluindo também a agricultura familiar e a pequena produção.Indagado se o conceito do agronegócio como conjunto das atividades produtivas não era entendido nem aplicado dentro do governo, diante das declarações de Hackbart, Rodrigues retrucou: "O governo tem clareza desse assunto, isso deve ser um problema de semântica de menor importância".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.