Ministro Celso de Mello é internado e STF adia sessão do mensalão

Ministro daria o voto de minerva sobre decisão de cassar ou não mandato de deputados envolvidos no caso

O Estado de S. Paulo,

13 de dezembro de 2012 | 11h41

SÃO PAULO - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, foi hospitalizado em Brasília, segundo informou a assessoria do tribunal nesta quinta-feira, 13. As causas da internação não foram confirmadas, mas a suspeita é de que o quadro da gripe que tirou o ministro da sessão da última quarta se agravou. Mello dará o voto de minerva na decisão de cassar os mandatos dos parlamentares envolvidos no caso mensalão.

A discussão está empatada em 4 a 4. Mello deu mostras de que seguirá o voto do presidente do STF e relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, que avaliou ser da competência da Corte cassar automaticamente o mandato de um réu condenado, cabendo à Câmara apenas oficializar a decisão.

A previsão é de que, com a ausência do decano, outras matérias entrem na pauta da Corte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.