Ministro Celso Amorim se filia ao Partido dos Trabalhadores

Segundo Berzoini, Ministro não se filiou em razão de projeto eleitoral, mas 'não descarta pensar nisso no futuro'

Bruno Lupion, do estadao.com.br,

30 de setembro de 2009 | 09h59

 

Presidente Luis Inácio Lula da Silva cumprimenta Amorim em Nova York - Crédito: Dida Sampaio/AE  

 

SÃO PAULO - O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, se filiou ao PT. A informação foi anunciada no Twitter pelo presidente nacional do partido, deputado federal Ricardo Berzoini, na manhã desta quarta-feira, 30. O ministro era filiado ao PMDB.

 

Berzoini afirmou ao estadao.com.br que Amorim se filiou por ter "identidade com o partido". "Ele já havia cogitado isso antes e decidiu fazer neste momento", disse. "Temos grande satisfação em tê-lo como filiado."

 

Segundo o deputado, Amorim disse que não se filiou em razão de um projeto eleitoral para 2010, mas "evidentemente não descarta pensar nisso no futuro".

 

No PMDB, partido ao qual tinha se filiado por causa do ex-deputado Ulysses Guimarães, Amorim nunca teve militância partidária. Seu domicílio eleitoral é Teresópolis, no Rio de Janeiro.

 

(Com informações da Agência Estado)

 

Texto atualizado às 11h25 para acréscimo de informações.

Tudo o que sabemos sobre:
Celso AmorimfiliadofiliaPTBerzoini

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.