Ministra liga boato sobre fim do Bolsa Família à oposição

Em seu perfil no Twitter, Maria do Rosário (Direitos Humanos) diz que informação partiu de quem 'nunca valorizou' o programa

atualizada às 14h31, Lilian Venturini - O Estado de S.Paulo

20 de maio de 2013 | 13h45

A ministra dos Direitos Humanos Maria do Rosário creditou à oposição os boatos sobre o fim do Bolsa Família. Em seu perfil no Twitter, a ministra escreveu na manhã desta segunda-feira, 20, que as informações deveriam ser "da central de notícias da oposição".

Boatos de que o programa seria encerrado provocaram tumultos durante o fim de semana em agências da Caixa Econômica Federal em dez Estados. O governo federal desmentiu os rumores e evitou falar sobre possível motivação política no episódio. A Polícia Federal investiga o caso.

Na mensagem escrita nesta manhã, a ministra não faz menção a nomes ou partidos e diz apenas que os boatos revelam "posição ou desejo de quem nunca valorizou a política".

O líder do DEM no Senado, senador Agripino Maia (RN), considerou leviana a mensagem. "Ela está obrigada a citar (nomes) e provar", disse. Em nota, o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), afirmou que vai pedir para a ministra explicar formalmente sua declaração. "Estou apresentando o requerimento de convocação da ministra na Comissão de Segurança para dar a ela a oportunidade de retratar-se", afirmou.

Continuidade. Nesse domingo, ao desmentir a suspensão dos benefícios, a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, afirmou que o orçamento do programa para 2013, no valor de R$ 24 bilhões, está mantido. "Esperamos que tenha sido um mal entendido. Eu não consigo entender o que alguém ganharia divulgando esse tipo de informação", afirmou a ministra.

Em nota divulgada nesta , a Caixa informou que o cronograma de pagamento está mantido.  A corrida de beneficiários a agências do banco ocorreu principalmente em cidades da, Bahia, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Ceará, Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, Sergipe e Rio de Janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Bolsa FamíliaboatosMaria do Rosário

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.