Ministra faz campanha em Curitiba para antigo algoz do governo Lula

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffman, desembarca hoje na capital do Paraná para apoiar a candidatura de Gustavo Fruet (PDT) à Prefeitura de Curitiba. Fruet, à época filiado ao PSDB, integrou a tropa de choque dos investigadores do mensalão na CPI dos Correios.

Tânia Monteiro / BRASÍLIA,

25 de agosto de 2012 | 04h03

 

O primeiro anúncio da participação de Gleisi na campanha criou um problema para a ministra, que exigiu que o PT curitibano retirasse de seu site a seguinte informação: "A campanha de Gustavo Fruet à Prefeitura de Curitiba ganha, neste sábado (hoje), o reforço da ministra Gleisi Hoffmann, que vem à capital paranaense trazer o apoio da presidente Dilma Rousseff".

 

Até a noite de quinta-feira o texto constava na página oficial da sigla. Acrescentava, ainda, que as caminhadas iriam significar "a manifestação de apoio das duas mulheres mais poderosas do Brasil ao projeto de Gustavo Fruet". A ministra da Casa Civil, ao ser questionada se estava mesmo levando o apoio de Dilma, respondeu por meio de sua assessoria: "A ministra Gleisi não fala em nome da presidenta Dilma para questões de campanha eleitoral". A assessoria da presidente Dilma "preferiu não comentar" a publicação do site.

 

O apoio do PT a Fruet custou ao sub-relator da CPI dos Correios, responsável pela investigação do esquema do mensalão, agora em julgamento pelo Supremo Tribunal Federal, muitas críticas da oposição, principalmente de Luciano Ducci, candidato do PSB.

 

Curitiba é uma das capitais em que estão ocorrendo problemas entre o PT e o PSB. Lá, todos os partidos de oposição ao governo Dilma apoiam um candidato do PSB, partido da base do governo federal. Pela mais recente pesquisa Datafolha, Ratinho Junior, do PSC, está à frente na disputa, com 27% das intenções de voto. Fruet e Ducci estão com 23%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.