Ministra elogia parceria com PE e anuncia R$ 3,1 bi para obras do PAC no Estado

Miriam Belchior participa de evento ao lado da presidente Dilma e do governador Eduardo Campos, possível candidato à Presidência em 2014

Bruno Boghossian, enviado especial para o Estado de S. Paulo

25 de março de 2013 | 12h29

SERRA TALHADA, Pernambuco - Ao lado da presidente Dilma Rousseff, que foi a Serra Talhada - a 415 quilômetros do Recife - entregar obras de combate à seca, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, anunciou nesta segunda-feira, 25, R$ 3,1 bilhões do PAC para Pernambuco, para "demonstrar que parceria entre governo federal e governo estadual continua forte".

Será a primeira vez que Dilma e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), dividirão um palanque desde que ele intensificou movimentações que sugerem sua possível candidatura à Presidência em 2014.

Os dois vão inaugurar um trecho de um sistema de abastecimento de água na cidade. O trecho que será inaugurado custou R$ 118 milhões. Dilma também entregará 22 retroescavadeiras para municípios pernambucanos e deve apresentar um pacote de medidas do governo federal contra a seca.

Dilma e Campos tinham um almoço marcado para o início da tarde no Recife, além de outra cerimônia oficial na capital pernambucana. Os eventos foram desmarcados, pois Dilma agendou presença em uma missa em homenagem às vítimas das chuvas em Petrópolis (RJ).

A ida da presidente para Serra Talhada deveria ter ocorrido antes, mas foi adiada por causa da lesão que Dilma sofreu no pé em fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.