Ministra defende pesquisa brasileira sobre transgênicos

Ao defender hoje a realização de pesquisas no Brasil sobre o impacto ambiental e à saúde dos produtos transgênicos, a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, disse, na abertura da Pré-Conferência do Meio Ambiente, que é preciso fazer com que a ciência não subordine a ética de um ambiente saudável à sua técnica comercial. "As empresas não podem achar que vão tripudiar o artigo 225 (que trata do meio ambiente) da Constituição", afirmou ela recebendo aplausos calorosos da platéia. Marina Silva citou a existência de pesquisas feitas nos Estados Unidos e Canadá que mostram que os produtos transgênicos não causam mal à saúde e ao meio ambiente. Segundo ela, essas pesquisas foram feitas considerando o ambiente canadense e americano bastante diverso do brasileiro. É necessário, afirmou, que essas pesquisas sejam feitas no meio ambiente do Brasil.

Agencia Estado,

16 Outubro 2003 | 13h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.