Ministério Público vai ao TSE contra ministro

O Ministério Público Eleitoral recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral contra decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas que julgou improcedente ação contra o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR-AM). Ele é acusado de captação ilícita de votos quando era candidato a senador. A defesa do ministro alegou que os valores gastos com gasolina (R$ 547,80) não foram destinados à compra de votos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.