Ministério Público acusa Roriz por calúnia e difamação

O senador eleito pelo Distrito Federal, Joaquim Roriz (PMDB), foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) ao Supremo Tribunal Federal (STF) por calúnia e difamação. De acordo com o Estado, o ex-governador do Distrito Federal teria chamado integrantes do MPF de "desonestos, perversos e facciosos", durante um discurso no Teatro Nacional de Brasília.Após discursar para integrantes do Programa Saúde Família, Roriz teria reiterado as acusações, em uma entrevista. De acordo com o Ministério Público, o ex-governador ficou incomodado com ações de procuradores e promotores para sanar irregularidades na saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.